Cronicando

Eu cronico, tu cronicas, ele cronica, nós cronicamos, vois cronicais, eles cronicam.
Crônica deveria ser mais do que um substantivo. Deveria ser um verbo. “Buscar a graça escondida nas entrelinhas da vida.” Sim, pois tudo ganha inéditos contornos – novos tons e sons, novas cores e sabores – se a vida é vista através das lentes de quem pretende, a cada acontecimento, esboçar uma crônica. Ao cronicar, passa-se a rir da vida. E a vida, como boa musa inspiradora, devolve o (sor)riso.

R$ 40.00

Categoria Tag:

Detalhes do Livro

Peso 0.400 kg
Dimensões 21 x 15 x 1 cm
Páginas

192

Editora

Editora Thoth

idioma

Português

ISBN

978-85-94116-15-4

Publicado em

Maio de 2018

Livro

Impresso

Sobre os Autores

Marion Bach

Marion Bach

Coordenação
Doutoranda em Ciências Criminais pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS). Mestre em Direito do Estado pela Universidade Federal do Paraná (UFPR). Professora de Direito Penal na graduação e na pós-graduação do UNICURITIBA e da FAE. Professora da Escola da Magistratura do Paraná (EMAP-PR). Advogada criminal.

Eu cronico, tu cronicas, ele cronica, nós cronicamos, vois cronicais, eles cronicam.
Crônica deveria ser mais do que um substantivo. Deveria ser um verbo. “Buscar a graça escondida nas entrelinhas da vida.” Sim, pois tudo ganha inéditos contornos – novos tons e sons, novas cores e sabores – se a vida é vista através das lentes de quem pretende, a cada acontecimento, esboçar uma crônica. Ao cronicar, passa-se a rir da vida. E a vida, como boa musa inspiradora, devolve o (sor)riso.