Editora Thoth nas redes sociais:

     

Inelegibilidade e improbidade: a inelegibilidade fundada na decisão de ação de improbidade administrativa

R$ 75,00
Adicionar ao Carrinho

O objetivo geral deste estudo é identificar os requisitos para o reconhecimento e incidência da hipótese de inelegibilidade decorrente da decisão em ação de improbidade. É de se considerar que nem toda condenação por improbidade administrativa é capaz de incidir a inelegibilidade. Referido estudo mostra-se atual, justamente pelas recentes decisões da Justiça Eleitoral, que indeferiram 2.329 candidaturas a prefeito, vice-prefeito e vereador nas eleições de 2016 com base na Lei da Ficha Limpa. Destaca-se que esse percentual representa 0,5% das 496 mil candidaturas registradas no Tribunal Superior Eleitoral (MADEIRO, 2016). Acrescenta-se a estes dados as controvérsias trazidas sobre a aplicação da Lei de Inelegibilidades nas recentes eleições de 2018, ocasião em que o ex-Presidente Luiz Inácio Lula da Silva fora impugnado sob o argumento de incidência de condição de inelegibilidade.

Categorias: ,
Tags: , , , ,
Autores: Luís Vicente Federici

O objetivo geral deste estudo é identificar os requisitos para o reconhecimento e incidência da hipótese de inelegibilidade decorrente da decisão em ação de improbidade. É de se considerar que nem toda

condenação por improbidade administrativa é capaz de incidir a inelegibilidade.

Referido estudo mostra-se atual, justamente pelas recentes decisões da Justiça Eleitoral, que indeferiram 2.329 candidaturas a prefeito, vice-prefeito e vereador nas eleições de 2016 com base na Lei da Ficha Limpa. Destaca-se que esse percentual representa 0,5% das 496 mil candidaturas registradas no Tribunal Superior Eleitoral (MADEIRO, 2016).


Acrescenta-se a estes dados as controvérsias trazidas sobre a aplicação da Lei de Inelegibilidades nas recentes eleições de 2018, ocasião em que o ex-Presidente Luiz Inácio Lula da Silva fora impugnado sob o argumento de incidência de condição de inelegibilidade.

SOBRE o AUTOR

AGRADECIMENTOS

PREFÁCIO


INTRODUÇÃO


CAPÍTULO 1

DIREITOS POLÍTICOS

1.1 Conceito e dados históricos

1.2  Direitos políticos no momento atual

1.3 A  pontamentos  sobre  a  Teoria  das  Inelegibilidades: a Teoria Clássica e a Teoria do Fato Jurídico


CAPÍTULO 2

ELEGIBILIDADE

2.1 Conceito

2.2 Condições

2.3 Momento de aferição


CAPÍTULO 3

INELEGIBILIDADE

3.1 Conceito e caracterização

3.2 Inelegibilidades Constitucionais

3.3 Inelegibilidades Legais

3.4 Momento de aferição

3.5 Suspensão da inelegibilidade


CAPÍTULO 4

A Inelegibilidade fundada na Decisão em Ação de Improbidade Administrativa

4.1 Improbidade Administrativa e seus reflexos

4.2 Breves considerações da Ação de Improbidade Administrativa

4.3 Requisitos para incidência de inelegibilidade

4.4 Prazo de início e término da inelegibilidade


CAPÍTULO 5

ASPECTOS PROCESSUAIS REFERENTES À PERQUIRIÇÃO DE INELEGIBILIDADE EM JUÍZO

5.1 O Processo Jurisdicional Eleitoral

5.2 A notícia de fato relativo à inelegibilidade

5.3 A Ação de Impugnação de Registro de Candidatura (AIRC)

5.4 O Recurso Contra Expedição de Diploma (RCED)

5.5 A Inelegibilidade Superveniente e a Lei n. º 13.877/2019


CONCLUSÃO

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

ISBN 978-65-86300-45-1
Dimensões 23 x 15.5 x 1
Tipo do Livro Impresso
Páginas 172
Edição 1
Idioma Português
Editora Editora Thoth
Publicação Setembro/2020
  1. Luís Vicente Federici

    Advogado, consultor e parecerista em Direito Público, ex-Secretário de Economia e Finanças do Município de Jahu/SP, especialista em Direito e Processo Eleitoral pela Escola Judiciária Eleitoral Paulista (EJEP) do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRESP). E-mail: luisvicentefederici@gmail.com

Acessar Conta



Esqueceu sua senha?

Esqueceu sua senha?

Digite seu e-mail abaixo para iniciar o processo de recuperação de senha.


}