Editora Thoth nas redes sociais:

     

A pesquisa como método de autonomização discente para um ensino jurídico de qualidade

R$ 75,00
Adicionar ao Carrinho

A mercadologização do ensino jurídico no Brasil resultou em graves problemas na formação dos estudantes, principalmente, quanto ao afastamento da pesquisa jurídica, o que resulta em uma falta no processo de promoção da reflexão e argumentação jurídica para a construção do pensamento jurídico, retirando a autonomia do acadêmico no seu processo de conhecimento. O jurista é um pesquisador natural, ao lidar com diversos casos e cada um tem sua particularidade, além de muitos deles abordarem questões extremamente atuais e que requerem bastante estudo e pesquisa para resolução deles. O presente livro busca não apenas reflexão sobre o ensino jurídico, mas também realizar, de forma prática, a aplicação de métodos e técnicas para auxiliar os professores na inclusão da pesquisa como fator que auxilia na autonomização do ensino pelos acadêmicos. A temática aqui pesquisada e apresentada partiu dos questionamentos e vivências dos autores desta obra, visto que todos são, além de professores universitários, pesquisadores.

Categorias:
Tags:
Autores: Júlio Alves Caixêta Júnior , Michelle Lucas Cardoso Balbino

A
mercadologização do ensino jurídico no Brasil resultou em graves problemas na
formação dos estudantes, principalmente, quanto ao afastamento da pesquisa
jurídica, o que resulta em uma falta no processo de promoção da reflexão e
argumentação jurídica para a construção do pensamento jurídico, retirando a
autonomia do acadêmico no seu processo de conhecimento. O jurista é um
pesquisador natural, ao lidar com diversos casos e cada um tem sua
particularidade, além de muitos deles abordarem questões extremamente atuais e
que requerem bastante estudo e pesquisa para resolução deles. O presente livro
busca não apenas reflexão sobre o ensino jurídico, mas também realizar, de
forma prática, a aplicação de métodos e técnicas para auxiliar os professores
na inclusão da pesquisa como fator que auxilia na autonomização do ensino pelos
acadêmicos. A temática aqui pesquisada e apresentada partiu dos questionamentos
e vivências dos autores desta obra, visto que todos são, além de professores
universitários, pesquisadores.

SOBRE A COORDENADORA

SOBRE OS AUTORES

LISTA DE ILUSTRAÇÕES

LISTA DE QUADROS

LISTA DE ABREVIATURA

PREFÁCIO


INTRODUÇÃO


1 - A PESQUISA COMO MÉTODO PARA AUTONOMIZAÇÃO DO CONHECIMENTO PELO DISCENTE

1.1 Ferramentas de efetivação da pesquisa como método de ensino de qualidade para a autonomização do conhecimento pelo discente

A - Hermenêutica jurídica

B - Argumentação Jurídica

1.2 Técnicas de efetivação da pesquisa como método de ensino de qualidade para a autonomização do conhecimento pelo discente

A - Resumo

B - Debates e mesas redondas

C - Seminários

D - Método Caso

E - Estudos de decisões

F - Sala de Aula Invertida

G - Problem-Based Learn (PBL)

H - Arco de Maguerez

I - Portfólio

J - Diálogo Socrático

L - Tribunais Simulados

M - Clínicas Jurídicas

N - Trabalhos de Curso (TC)


2 - A FORMAÇÃO DO DISCENTE-PENSADOR COMO META PARA O PLANEJAMENTO DE AULAS COM QUALIDADE

2.1 A necessidade de formação do discente-pesquisador para a melhoria da qualidade de ensino

2.2 O planejamento prático de aulas com qualidade para a formação do discente-pensador no direito


CONCLUSÃO

POSFÁCIO

REFERÊNCIAS

ISBN 978-65-86300-22-2
Dimensões 23 x 15.5 x 1
Tipo do Livro Impresso
Páginas 126
Edição 1
Idioma Português
Editora Editora Thoth
Publicação Julho/2020
  1. Júlio Alves Caixêta Júniorprof.juliojunior@gmail.com
    Mestre em Educação pela Universidade de Uberaba - UNIUBE (2019). Especialista em Direito e Processo do Trabalho pela Faculdade de Direito Professor Damásio de Jesus (2014). Especialista em Direito de Família e Sucessões pela Universidade Anhanguera (2013). Especialista em Direito Processual Civil pela Universidade Anhanguera (2012). Bacharel em Direito pelo Centro Universitário de Patos de Minas - UNIPAM (2010). Membro do Instituto Brasileiro de Direito de Família (IBDFAM). Professor de Direito Civil e de Processo Civil no Centro de Ensino Superior de São Gotardo/CESG. Coordenador e Professor de Prática Real do Núcleo de Prática Jurídica Desembargador Pedro Bernardes - NPJ/CESG. Professor de Direito Civil na Faculdade Patos de Minas FPM. Sócio-proprietário do escritório de advocacia Caixêta e Braga Sociedade de Advogados. Conselheiro da Ordem dos Advogados do Brasil na 45ª Subseção da Ordem de Patos de Minas/MG (2019/2021). Mediador e Conciliador do Tribunal de Justiça de Minas Gerais - TJ/MG (2017). Assessor Jurídico do Município de Lagamar/MG (2013/2015). Assessor Parlamentar da Câmara Municipal de Lagamar/MG (2021). Advogado atuante. Lattes: http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4371849J8
  2. Michelle Lucas Cardoso Balbinomichellebalbino@hotmail.com
    Coordenadora do Curso de Direito e Pós-graduação. Professora Universitária. Advogada. Doutora em Direito pelo Uniceub. Mestre em Sustentabilidade Socioeconômico e Ambiental pela Escola de Minas pela Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP). Especialização em Direito, Impacto e Recuperação Ambiental pela Escola de Minas pela Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP). Pós-graduação em Gestão Pública Municipal pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU). E-mail: michellebalbino@hotmail.com / @omentorizando.

Acessar Conta



Esqueceu sua senha?

Esqueceu sua senha?

Digite seu e-mail abaixo para iniciar o processo de recuperação de senha.


}